Prefeito convida moradores a participarem de Plano Diretor

O prefeito Pedro Bigardi lançou nesta quarta-feira (11), no plenário da Câmara Municipal, a etapa decisiva do Plano Diretor Participativo com um convite aos jundiaienses para definirem uma lei que possa controlar de maneira adequada o crescimento da cidade. O ato teve a presença de secretários, vereadores e representantes da sociedade civil.

“Por mais que tenhamos o trabalho dos técnicos, a comunidade sempre traz um olhar novo, uma luz sobre os detalhes”, afirmou Bigardi.

Veja como participar do Plano Diretor Participativo

MAIS PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO
Para consultor, cidade é o sistema de vida do futuro

O prefeito Pedro Bigardi afirma que participação “renova” a tradição de planejamento em Jundiaí

O prefeito Pedro Bigardi afirma que participação “renova” a tradição de planejamento em Jundiaí

Ele lembrou que Jundiaí possui longa tradição de planejamento desde a década de 1950, quando o entãoprefeito Vasco Venchiarutti elaborou os primeiros esboços nesse assunto. Depois, foi uma das cidades pioneiras na década de 1960, quando Araken Martinho e Antonio Panizza tiveram atenção nacional em esforços que culminaram em avanços como a proteção das áreas da Serra do Japi acima da cota de 900 metros de altitude.

Posteriormente, na revisão de 1981, essa cota foi reduzida para 800 metros de altitude e surgiram asprimeiras normas sobre a verticalização de construções, que estava começando na cidade.

Uma nova revisão na década de 1990 ampliou o tipo de debate, incluindo seminários na Câmara organizados por pessoas como o ex-vereador Erazê Martinho e o apoio de estudos sobre tráfego feitos pela consultoria NK e estudos para o município como a Área de Proteção Ambiental, conduzidos por Pedro Taddei.

“Nessa época a sociedade começou a se organizar mais, como no surgimento da associação das empresas imobiliárias, a Proempi. Mas, agora, estamos buscando a comunidade, os moradores e os bairros para esse debate”, afirmou Bigardi, lembrando que os preparativos atuais para o Plano de Saneamento também colaboram com esse processo.

Ele afirmou que a preocupação com a água (recursos hídricos) será um dos eixos de trabalho, também discutido anteriormente em encontro com o presidente da Câmara, Marcelo Gastaldo, e o promotor de Justiça, Claudemir Battaglini.

Na mesa de lançamento da 2ª fase do Plano Diretor Participativo, o presidente do Conselho Municipal do Plano Diretor, Luiz Antonio Pellegrini Bandini, afirmou que um bom plano feito pelos cidadãos e cidadãs pode inclusive orientar os investimentos definidos nas leis orçamentárias.

E o presidente da Câmara Municipal, Marcelo Gastaldo, destacou o ato realizado no plenário como um reconhecimento ao papel dos vereadores. “O início do processo está ocorrendo aqui e também vai terminar aqui, com uma lei sendo aprovada para a cidade”, afirmou.

O processo prevê oficinas territoriais, oficinas setoriais e dois fóruns antes do formato definitivo a ser aprovado em um Congresso da Cidade previsto para o mês de julho.

Confira as datas e locais para as reuniões das oficinas

O público acompanhou a abertura no plenário da Câmara

O público acompanhou a abertura no plenário da Câmara

José Arnaldo de Oliveira
Fotos: Paulo Grégio


Publicada em 12/03/2015 ▪ Leia mais sobre ,

Plano Diretor Participativo | Desenvolvido por CIJUN