Grupo Gestor define cronograma das oficinas do Plano Diretor

As 11 oficinas territoriais do Plano Diretor Participativo, que começam a ser realizadas na segunda-feira (23), foram definidas pelo Grupo Gestor da 2ª Fase do Plano, em reunião na noite de quarta-feira (18). O grupo é formado por 40% de representantes do setor público e 60% da sociedade civil. As reuniões com moradores visam sensibilizar a sociedade sobre os rumos do crescimento de Jundiaí.

De acordo com o formato aprovado, as oficinas serão realizadas sempre das 18h30 às 21h, com uma breve exposição do Plano Diretor e do Estatuto da Cidade, um trabalho em grupos de seis a oito pessoas apontando pontos fortes e pontos fracos de Jundiaí (ou de um bairro em particular) e uma finalização com o convite para o primeiro fórum geral, previsto para o fim de abril.

Conheça o grupo gestor
Confira as datas e locais para as reuniões das oficinas

Integrantes do Grupo Gestor preparam a série de encontros

Integrantes do Grupo Gestor preparam a série de encontros

“É importante que as pessoas entendam que podem participar de qualquer oficina territorial, não necessariamente na região onde moram. O formato está sendo bastante objetivo e o processo envolve até capacitação extra para quem se interessar”, afirma Daniela da Camara Sutti, secretária do Planejamento e Meio Ambiente.

As primeiras oficinas serão feitas na segunda-feira (23) no Fazenda Grande; na terça (24), na Vila Alvorada; na quarta-feira (25), no Rio Acima; e na quinta (26), no Jardim Bonfiglioli. Os espaços usados serão as escolas municipais Nassib Cury, Anna Rita Alves Ludke, Pedro Clarismundo Fornari e Antonino Messina, respectivamente. No total serão 11 oficinas até o dia 9 de abril.

Mesmo sugestões adicionais, que não envolvam diretamente a legislação do Plano Diretor, serão recebidas nos eventos. Uma preparação direta do Grupo Técnico será realizada nesta sexta-feira (20).

Quem forma o Grupo Gestor
Para dar legitimidade ao processo participativo, a orientação é dada por um núcleo de representantes do poder público e da sociedade. Um novo encontro de avaliação das oficinas territoriais pelo Grupo Gestor foi marcado para 15 de abril, pouco antes do 1º Fórum do Plano Diretor.

No fórum, inclusive, será feita a síntese das “leituras”, os eixos prioritários e o cenário desejado. Tudo isso vai orientar o trabalho técnico de uma proposta preliminar a ser discutida pelo 2º Fórum do Plano Diretor, em junho – ocasião em que serão indicados delegados para o Congresso da Cidade e, consequentemente, o desfecho da proposta.

José Arnaldo de Oliveira
Foto: PJ


Publicada em 20/03/2015 ▪ Leia mais sobre ,

Plano Diretor Participativo | Desenvolvido por CIJUN