Discussão do Plano Diretor discute até a ‘gentrificação’

Muitas pessoas nunca ouviram o conceito de “gentrificação”, com origem na língua inglesa. Mas o significado de pessoas enraizadas na cidade e mudando para cidades vizinhas por conta do custo imobiliário é um processo conhecido e foi um dos pontos que surgiram durante a sétima das 11 oficinas territoriais do Plano Diretor Participativo, nessa quarta-feira (1º), no bairro Morada das Vinhas.

“As pessoas têm aproveitado esses encontros para colocarem questões cotidianas para o debate que depois vai ocorrer nos fóruns“, explica a secretária de Planejamento e Meio Ambiente, Daniela da Camara Sutti,
A oficina seguiu a metodologia das demais. As próximas oficinas serão de segunda-feira (6) a quinta-feira (9).

VEJA COMO PARTICIPAR DAS OFICINAS

Os grupos de diálogo geraram temas variados na região do Morada das Vinhas

Os grupos de diálogo geraram temas variados na região do Morada das Vinhas

Com uma participação bastante variada em termos de renda e escolaridade, a reunião na escola municipal Adelino Brandão contou com participantes de bairros como Parque Centenário, Engordadouro e Traviú.

Entre os pontos positivos apontados na cidade e que precisam de atenção, surgiram a cultura local, a diversidade de empregos, os parques públicos e áreas de lazer, o abastecimento de água, a educação básica e o transporte coletivo.

Os problemas elencaram a questão da moradia (tanto popular quanto de classe média), aspectos de segurança e saúde, a necessidade de áreas verdes próximas das casas, a falta de ciclovias e a especulação imobiliária. Também foi apontada a falta de galpões para pequenas empresas e a concentração em grandes centros logísticos.

Na expectativa para Jundiaí dentro de dez anos, foram abordados aspectos desde uma cidade “ordeira”, com justiça social e que alcance propostas discutidas ao longo do processo do novo plano.

PARTICIPE TAMBÉM ONLINE: Qual a Jundiaí que você quer para daqui a 10 anos?

A oficina recebeu a visita do arquiteto Kazuo Nakano, especialista do Ministério das Cidades, e do vereador Marcelo Gastaldo, presidente da Câmara Municipal.

Gastaldo, Kazuo e Daniela trocam impressões

Gastaldo, Kazuo e Daniela trocam impressões

José Arnaldo de Oliveira
Fotos: Dorival Pinheiro Filho


Publicada em 02/04/2015 ▪ Leia mais sobre ,

Plano Diretor Participativo | Desenvolvido por CIJUN