Plano Diretor ilustra análises regionais em mapa

Entre os 15 mapas ligados ao Plano Diretor Participativo, um deles trata de uma nova dinâmica para os rumos do desenvolvimento da cidade em seu formato técnico e também participativo. Trata-se da divisão regional para organizar a representação no Conselho Municipal de Política Territorial, que propõe-se a substituir o atual Conselho do Plano Diretor.

Mapa de regiões para futuro conselho, em linha com conceitos do Plano

Mapa de regiões para futuro conselho, em linha com conceitos do Plano

Mapa 14 – Divisão Regional para Representação no Conselho
Esse mapa faz parte de um processo que envolve conferências a cada três anos, fóruns anuais de avaliação do plano e até mesmo assembleias territoriais (de setores ou bairros) quando necessárias a serem regulamentadas, entre outros instrumentos.

O trabalho do conselho vai ganhar reforço do Sistema Integrado de Informações Municipais (SIIM).

As regiões pactuadas no processo participativo vão ter 12 representantes no conselho, que também vai ter outros 12 representantes do poder público e outros 12 representantes da sociedade civil organizada em um total de 36 participantes. São duas vagas no caso das regiões Central, Norte, Sul, Leste e Oeste e uma vaga no caso da Zona Rural e de Proteção Ambiental Norte e da Zona Rural e de Proteção Ambiental Sul.

CONFIRA O ANTEPROJETO DE LEI

Regiões
São sete regiões do município, cada uma com suas diversas áreas, que devem apoiar as dinâmicas de diálogo do Conselho Municipal de Política Territorial da cidade.

A Região Central abrange uma faixa situada entre as áreas da Vila Rio Branco e da Malota e inclui Vila Municipal, Centro, Chácara Urbana, Retiro (até a rodovia Anhanguera), Anhangabaú, Vianelo, Vila Arens e ainda Jardim Samambaia e Gramadão.

A Região da Zona Rural e de Proteção Ambiental Sul envolve a grande área da Serra do Japi e mais Terra Nova, Serra dos Cristais, Pracatu e Tijuco Preto.

A Região Oeste segue da Vila Alvorada até o Novo Horizonte, incluindo áreas apontadas como Eloy Chaves, Casa Branca, Aeroporto, Ermida, Medeiros, Parque Industrial, Distrito Industrial, Tulipas, Água Doce e Poste.

A Região da Zona Rural e de Proteção Ambiental Norte segue do Bom Jardim até Ivoturucaia e inclui as áreas de Traviú, Fernandes, Currupira, São José da Pedra Santa, Pinheirinho, Rio Acima, Champirra, Fazenda Conceição, Mato Dentro, Toca, Roseira, Campo Verde, Nova Odessa e Ponte Alta.

A Região Norte segue da Vila Hortolândia até o Parque Cecap inclui Parque Centenário, Torres de São José, Engordadouro, Jardim Florestal (Horto) e Jardim Botânico.

A Região Leste segue da Ponte São João até o Caxambu, incluindo áreas de Colônia, Jardim Pacaembu, Jardim Tamoio, Vila Nambi, Jardim São Camilo, Jardim Tarumã e Jundiaí-Mirim.

A Região Sul segue da Vila Progresso até a Agapeama, incluindo as áreas de Vila Maringá, Jardim Santa Gertrudes, Vila Militar e Jardim do Lago.

José Arnaldo de Oliveira


Publicada em 17/03/2016 ▪ Leia mais sobre ,

Plano Diretor Participativo | Desenvolvido por CIJUN