Plano Diretor Participativo | http://planodiretor.jundiai.sp.gov.br

Participação e conscientização marcam a Caminhada Via Rio

Publicada em 24/09/2018 às 08:39

 

 

Preservar a natureza e promover a melhor qualidade de vida dos rios: com essas propostas foi realizada, na manhã deste sábado (22), a Caminhada Via Rio, uma iniciativa da Unidade de Gestão de Planejamento Urbano e Meio Ambiente (UGPUMA). Coordenada pelo titular da Unidade, Sinésio Scarabello Filho, e pela diretora do Núcleo de Planejamento, Gestão e Finanças, Paula de Castro Siqueira, a ação visa sensibilizar a comunidade sobre a natureza e a necessidade de proteção dos rios no cenário da cidade.

Leia também
UGEL apresenta resultados em Congresso Internacional

O Paço Municipal foi o ponto de partida do grupo de participantes engajados, que percorreu o Jardim Botânico e os rios Jundiaí e Guapeva e o córrego do Mato, respectivamente pelas avenidas Antônio Frederico Ozanan, Dr. Odil Campos de Saes e Nove de Julho. O evento marca também o Dia Mundial Sem Carro, para uma cidade com frota de 311 mil veículos, e propõe as reflexões sobre o uso excessivo de automóveis, o estímulo às formas alternativas de mobilidade e sobre o meio ambiente e a qualidade de vida nas cidades. Além de munícipes e de estudantes de Arquitetura, representantes de Santos participaram do evento.

Reforçando a importância do encontro, Sinésio destacou a riqueza e biodiversidade dos muitos cursos d’água existentes na região. “São rios que cortam a cidade e merecem uma atenção mais especial da comunidade, inclusive porque se encontram na região central. Temos como exemplo o Córrego do Mato, que acompanha a Avenida Nove de Julho, é um afluente do Rio Jundiaí, cuja despoluição já permite que o curso d’água contribua para o abastecimento de cidades situadas ao longo do seu percurso.”

Sinésio lembra também que Jundiaí apresenta uma das melhores qualidades em água graças a iniciativas promovidas por gestões anteriores, tendo sido o primeiro Município da região a concretizar as obras para a recuperação da qualidade da água do Rio Jundiaí, com a implantação, na década de 1990, de interceptores de esgoto ao longo das margens, pelo programa desenvolvido pelo Comitê Especial de Recuperação do Rio Jundiaí (CERJU), e que transportam 98% dos despejos gerados na cidade até a Estação de Tratamento, situada na região Oeste.

Representantes da ação “Rios e Ruas” do Instituto Harmonia, o arquiteto José Bueno e o geógrafo Luiz de Campos Júnior informaram aos participantes que o Rio Jundiaí é o primeiro no Brasil a passar da Classe 4 para a Classe 3, o que significa que suas águas podem ser usadas para o abastecimento da população, uma vez que não serve para o despejo de esgoto, uma realidade já superada em Jundiaí pela coleta e tratamento de esgoto.

Eliane elogiou a proposta e considera que a ação dará início a muitas outras

A escolha do percurso permitiu uma ótica da cidade pelo caminho das águas, que será objeto do Concurso Nacional de Ideias para requalificação urbana do Vale do Rio Jundiaí. A proposta do evento também foi sensibilizar a população a um olhar crítico do território. “A participação do Instituto Harmonia foi muito importante para ambientar os participantes e provocar um olhar mais atento, fazendo do evento não apenas uma caminhada, mas um incentivo a uma leitura da paisagem da cidade pelo trajeto dos rios”, ressaltou a diretora Paula Castro.

Multiplicadores da ação
Eliane Diana Nunes é gestora de Eventos e considera a proposta uma das melhores já realizadas pela preservação ao meio ambiente. “A chegada da Primavera neste sábado (22) reforça o nosso compromisso com a natureza. Tudo é muito bonito em Jundiaí, precisamos idealizar mais ações neste sentido. Temos de nos conscientizar e nos apaixonar pelos nossos rios e pela Serra do Japi, o pulmão verde de Jundiaí e região. Abraçar a causa é a nossa responsabilidade.”

Apoiador na ação, o empresário Milton Saito faz parte da Associação Comercial Empresarial (ACE) de Jundiaí onde é conselheiro. “Foi uma iniciativa muito importante porque incentiva várias formas de mobilidade. Também achei interessante conhecer mais sobre os rios da nossa cidade. Às vezes estamos bem próximos a eles, sabemos que fazem parte do nosso cotidiano, mas não damos a devida importância.”

Assessoria de Imprensa
Fotos: Fotógrafos PMJ


Publicada em 24/09/2018


Link original: https://planodiretor.jundiai.sp.gov.br/2018/09/participacao-e-conscientizacao-marcam-a-caminhada-via-rio/